2006/12/10

Afonso Lopes Vieira e o Jacarandá

Afonso Lopes Vieira, escritor dos sécs. XIX/XX, natural de Leiria, imobilizado numa estátua na cidade, no preciso local da casa onde nasceu, já demolida, parecendo que está a olhar, pensativo, interrogando-se do porquê de lhe terem plantado um Jacarandá ali mesmo ao lado e espantado ao ler marcas de nomes estrangeiros naquela rua estreita, por sinal a Rua da Graça, que se liga à Praça Rodrigues Lobo, outro ilustre poeta bucólico Leiriense.
Sem dúvida que o Jacarandá é uma árvore muito ornamental, que começa o ano com flores azuis lilás, cobrindo-se de seguida de folhas verdes, que este ano estão a manter-se nas árvores um pouco para além do período normal da sua permanência, concerteza por motivo da muita humidade que se tem feito sentir.
Não será, porém, na minha opinião, a árvore que melhor se adaptaria à criação dum ambiente propício à evocação da memória do grande escritor e poeta bucólico, que foi Afonso Lopes Vieira.
Ou terá havido uma associação ao título do seu livro "País Lilás" (1922)?
Um pinheiro manso seria a companhia ideal, digo eu. Até pelas suas íntimas ligações com o pinhal, ou não tivesse sido Afonso Lopes Vieira um assíduo frequentador de S. Pedro de Moel. Onde alíás, existe uma casa-museu com o seu nome.
O Mar e o Pinhal foram os principais motivos da sua obra poética.

10 comentários:

asn disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
asn disse...

O título inicial deste post era: "VIVER LEIRIA - Afonso Lopes Vieira".
No entanto, a minha ideia era destacar esta discrepância entre uma estátua do grande Afonso Lopes Vieira e a árvore que lhe plantaram ao lado.
E também porque, em conversa havida há dias com alguns populares de Leiria, havia quem nã soubesse o nome daquela árvore.

Rita Oliveira Dias disse...

As estatuas em Leiria fartam-se de passear devido a constante obras públicas de importancia questionável.É provavel que o jacaranda já esteja nesse sitio há mais tempo...Abraço

a disse...

Não está, não.
Neste caso, o Jacarandá foi plantado depois. De qualquer modo é como diz: as estátuas em Leiria andam numa roda viva.
Obrigado pela visita.
António

Arte por um Canudo 2 disse...

Pensativo ficou..não sei mas as marcas de nomes estrangeiros deve ser bem pior.Denunciar é um dever de cidadão e António estás a cumprir esse dever.Abraço

Ahlka disse...

Sou suspeita para opinar...

Primeiro, porque não conheço a obra de Afonso Lopes Vieira .

Segundo, porque tive um Jacarandá no meu jardim durante muitos anos.

Mas que o Jacarandá é uma àrvore linda com vida e cor, digna de inspirar qualquer poeta, lá isso é :)

PS. Vim cuscar, li, li, li..interessante. ;)

Anónimo disse...

Um grande poeta e escritor, de que aprendi a gostar nos meus primeiros anos escolares.

Talvez o pinheiro fica-se melhor mas tera sido evitado por causa da "caruma".

Um abraco fornense.

asn disse...

ahika
Acontece que eu também tenho um Jacarandá no meu quintal e até gosto da árvore. É, de facto, deslumbrante, no azul belo das suas flores, que a vestem bastante tempo antes das folhas.
Já agora: plantei nesse mesmo jardim um pinheiro manso para comemorar a entrada no séc. XXI.

al cardoso disse...

Caro amigo:

Tenho a informar-lhe que tem havido mudancas la por casa, o "judeus" deu lugar ao http://dalgodres.blogspot.com

Sera sempre bem vindo.

asn disse...

Pois é, AL

Quando temos no nosso "profile" vários blogs acontece que, as pessoas ficam um bocado confusas quanto à escolha daquele que pretendem consultar.
Ok quanto a esta informação.
Um abraço.
António